PIONNIÈRES, Artistes dans le Paris des Années folles, é tema de nova exposição do Museu de Luxembourg

Museu de Luxembourg- Paris

Pinturas, esculturas, fotografias, filmes, obras têxteis e literárias estão na exposição Pionnieres, no Museu de Luxembourg, em Paris, para destacar o papel essencial da mulher no desenvolvimento dos grandes movimentos artísticos da modernidade.

A década de 1920 foi um período de efervescência cultural, a partir do qual seria traçada a qualificação dos “loucos anos 20”. Sinônimo de festa, exuberância, e ainda forte crescimento econômico, esta época é também uma época de questionamento do que hoje se chama “papéis de género”, e de invenção e experiência vivida de um “terceiro tipo”. Um século antes da popularização da palavra “queer”, da possibilidade de fazer uma transição ou estar entre dois gêneros, os artistas dos anos 20 já davam forma a essa revolução identitária.

Pioneiras, como Tamara de Lempicka, Sonia Delaunay, Tarsila do Amaral ou mesmo Chana Orloff, nascidas no final do século XIX ou início do século XX, ingressaram nas grandes escolas de arte que, até então, eram reservadas para homens. Essas “novas mulheres” da época foram as primeiras a serem reconhecidas como artistas, possuindo uma galeria ou uma oficina em escolas de arte.

A mostra apresenta trabalho de 45 artistas e fica em cartaz até julho, com entrada a 13 euros. Vale combinar essa ida à exposição com um passeio pelo jardim de Luxembourg.

Musée du Luxembourg – 19 rue de Vaugirard, Paris. França.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s