Altos de Pinto Bandeira obtém 1ª DO exclusiva de espumantes do Novo Mundo

Pinto Bandeira ( RS)

Reconhecimento publicado hoje ( 29/11/22) na Revista da Propriedade Industrial, as vinícolas Aurora, Don Giovanni, Geisse e Valmarino, passam a exibir nos rótulos de seus espumantes únicos a distinção que eleva e consolida a posição da região e do Brasil no universo da bebida. Foram 10 anos desde que a Associação dos Produtores de Vinho de Pinto Bandeira (Asprovinho) deu o primeiro passo na busca da obtenção da Denominação de Origem (DO) Altos de Pinto Bandeira.

Esta década serviu para consolidar processos já adotados pelos produtores, conscientes de suas condições privilegiadas de terroir – solo, clima e homem -, ideais para a elaboração de espumantes naturais de excelência. Daqui para a frente, toda garrafa de espumante natural que nasce nesta região delimitada e exibe o Selo da DO estará entregando a garantia da procedência e qualidade das uvas, assim como de cada etapa do caminho, do vinhedo à taça.

Para ter direito ao uso do Selo da DO em seus espumantes naturais, as vinícolas Aurora, Don Giovanni, Geisse e Valmarino têm que cumprir regras rigorosas de controle, desde o cultivo das uvas até o engarrafamento. O saber fazer agrícola, vitícola e vinícola deve estar em perfeito equilíbrio durante todo o processo. Tudo começa com as variedades autorizadas – Chardonnay, Pinot Noir e Riesling Itálico – que, além de serem cultivadas na área geográfica delimitada, também precisam ser conduzidas pelo método espaldeira. A interação clima-solo-videira é o que confere as características particulares necessárias para a elaboração do vinho base que vai originar o espumante natural dos Altos de Pinto Bandeira. O resultado são uvas com maturação moderada e composição equilibrada entre acidez e açúcar, com precursores aromáticos que resultam em qualidades e características de cor, aroma, paladar e estrutura determinadas pelo meio geográfico. Para completar, destaque para a atividade do homem que revela e evidencia, através de sua sensibilidade e conhecimento, a identidade do local.

Mesmo seguindo todo este protocolo, é preciso submeter os produtos a análises laboratoriais e sensoriais, com gestão do Conselho Regulador da DO. Somente depois é que o produto está apto a receber o rótulo com o Selo e seguir para a mesa do consumidor. Os primeiros espumantes com a DO Altos de Pinto Bandeira devem chegar ao mercado a partir do ano que vem.

Para o presidente da Asprovinho, Daniel Geisse, “formalizar o que já estamos desenvolvendo há muitas safras é brindar a persistência de todos os envolvidos, unidos num único propósito. Agora podemos trabalhar na consolidação do posicionamento da marca no cenário nacional e no mundo do vinho. Isso porque a DO dos Altos de Pinto Bandeira é a única DO exclusiva de espumantes do Novo Mundo”, destaca.

A DO dos Altos de Pinto Bandeira abrange 65 km² de área contínua, sendo 76,6% localizada no município de Pinto Bandeira, 19% em Farroupilha e 4,4% em Bento Gonçalves. A altitude média da região é de 632 metros, com terrenos de relevo ondulado até montanhoso. As temperaturas são mais amenas, enquanto a exposição solar é favorecida pela localização na margem esquerda do Vale do Rio das Antas e pela boa circulação horizontal do ar no alto de um dos patamares do Planalto Basáltico da Serra Gaúcha. Este conjunto de características influencia na escolha de técnicas de cultivo e manejo dos vinhedos, interferindo diretamente na qualidade do vinho elaborado.

Conheça as principais regras para o uso da DO Altos de Pinto Bandeira:

1 – Cultivares autorizadas: Chardonnay, Pinot Noir e Riesling Itálico, sendo que os vinhedos devem ser cultivados, exclusivamente, na área geográfica delimitada e estarem declarados no Cadastro Vitícola.

2 – Origem das uvas: As uvas devem ser cultivadas 100% na área geográfica delimitada da DO Altos de Pinto Bandeira.

3 – Sistemas de Condução: espaldeira.

4 – Produtividade: limite máximo por hectare de 12t/ha. A colheita mecânica é proibida para as uvas destinadas à DO, que também devem apresentar mais que 14º graus babo.

5 – Elaboração: Os espumantes com DO somente podem ser elaborados pelo Método Tradicional com tempo superior a 12 meses de guarda. Quanto ao açúcar residual estão autorizadas as classes Nature, Extra-Brut, Brut, Sec e Demi-Sec.

6 – Processos Enológicos: É permitido o uso de barricas de carvalho, tanto na primeira fermentação quanto no vinho base para espumante, sendo que para ter a DO é necessário ter a segunda fermentação na garrafa.

– Os vinhos base para espumante devem ter no máximo cinco anos, contados a partir da data de término da respectiva safra de uva.

– É permitido o uso de diferentes safras de vinhos base para espumante nos cortes, desde que das variedades autorizadas. Nos cortes, o vinho base de Riesling Itálico terá um percentual máximo de 25% sobre o volume do produto final.

– Espumantes Safrados: Os espumantes da DO Altos de Pinto Bandeira podem ser safrados, devendo conter, no mínimo, 85% de vinho base da safra mencionada.

– Rotulagem: O rótulo principal deverá conter a identificação do nome geográfico da DO, seguido da expressão Denominação de Origem. A rotulagem também deverá incluir o Selo de Controle numerado, especificando o número do lote e da respectiva garrafa do lote.

Avaliação Nacional de Vinhos – 30 Anos é tema de livro

A Associação Brasileira de Enologia (ABE) acaba de lançar a obra ‘Avaliação Nacional de Vinhos – 30 Anos’.

Em 200 páginas, o livro, rico em imagens – são quase 100 fotos que retratam os melhores momentos dos 30 anos da maior degustação de vinhos de uma safra do mundo -, pode ser comparado a ‘bíblia do evento’, por reunir detalhes dos bastidores e todas as informações de cada edição, desde a diretoria da ABE e Comissão Organizadora, até o Painel de Comentaristas, amostras selecionadas, homenageados com o Troféu Vitis e, claro, data, local, número de amostras e vinícolas e a evolução do público apreciador safra após safra.

A obra é uma realização da ABE, com produção da ConceitoCom Brasil, através da jornalista Lucinara Masiero, assessora de imprensa da ABE há 19 anos. Com edição de luxo, e tiragem de 1.300 exemplares, o livro também será disponibilizado em versão digital no site www.enologia.org.br.

Rio Montreux Jazz Festival tem programação especial no Tropik Beach Club

TROPIK Beach Club ( Copacabana, RJ).
Foto: divulgação

O Montreux Jazz Festival é um evento de renome no cenário musical mundial há mais de 50 anos. No dia 03 de dezembro será realizado o Rio Montreux Jazz Festival no Brasil.

A data contará com um dia inteiro para reverenciar as manifestações musicais, começando com agenda de apresentações gratuitas no Tropik Beach Club, na altura do posto 6 da Praia de Copacabana, com apresentações de artistas da música brasileira.

A programação começa às 14h, com Dani Spielmann Choro Trio, trazendo um repertório com Jacob do Bandolim, Pixinguinha, Paulo Moura, Sivuca e Zé Menezes, além de composições autorais, imprimindo frescor e contemporaneidade ao gênero. Logo em seguida, às 15h, Isaac Violino Live, apresenta uma sonoridade delicada, singela e clássica de um violino até os sons mais distorcidos e pesados, imitando uma guitarra, e dando novas roupagens a vários clássicos da música pop, rock, mpb, jazz, erudita. Às 16h, o General BoniMores Acústico Duo traz uma seleção de canções originais e covers inusitadas, inspiradas em lendas da música popular brasileira, folk e rock clássico. Fechando a tarde, às 17h, Chacal do Sax & DJ encanta o público com um repertório diverso, unindo a sonoridade única e festiva do sax às batidas da música eletrônica do DJ, tudo isso com o glamour do pôr do Sol visto da praia de Copacabana.

Além da programação gratuita no Tropik Beach Club, a agenda do dia conta também com apresentação do Duo Gisbranco na área da piscina do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana. Formado pelas pianistas Claudia Castelo Branco e Bianca Gismonti, filha do renomado Egberto Gismonti, o Duo Gisbranco interpreta músicas de Moacir Santos, Chico César, Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal e Astor Piazzolla, além de composições próprias.

À noite, um show único de Toquinho e Yamandu Costa, que pela primeira vez se apresentam juntos em público. O álbum “Bachianinha gravado na 2ª Edição do evento, de forma on line, venceu o Grammy Latino o Disco como o melhor disco Instrumental, da América Latina. A abertura será do prodígio Amaro Freitas, considerado atualmente um dos de jazz do mundo e ganhou reconhecimento nacional e internacional após participar da 1ª Edição do Rio Montreux Jazz Festival. A apresentação será na Sala Rio de Janeiro, no próprio Fairmont Rio. Os ingressos são vendidos no site

TROPIK BEACH CLUB- Dia 03 de dezembro – das 14hs às 18hs. Apresentações de novos artistas da música brasileira. Tropik Beach Club, na altura do posto 6 da Praia de Copacabana.

28º Encontro Nacional do Café (Encafé) reúne profissionais do segmento cafeeiro no Rio de Janeiro

Entre os dias 23 e 27 de novembro, os principais nomes do segmento cafeeiro irão se reunir no Rio de Janeiro para o 28º Encontro Nacional do Café (ENCAFÉ), o maior evento do setor, organizado pela Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), no Centro de Convenções do Hotel Grand Hyatt Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca.

O ENCAFÉ é um encontro tradicional do segmento e reúne membros de todas as áreas da cadeia produtiva cafeeira e dos mais variados portes, sendo uma oportunidade única de estreitar relacionamentos e fazer negócios. Os participantes terão acesso a conteúdos exclusivos sobre o cenário político e econômico, perspectivas do mercado de café, varejo, consumo, qualidade e sustentabilidade. Somado a isso, os presentes poderão visitar a Arena do Conhecimento, onde são oferecidos cursos, workshops, degustações orientadas e atividades para enriquecer o conhecimento.

Também no Encontro acontecerão debates sobre questões pertinentes ao mercado. A ABIC convidou palestrantes de renome para o evento como Ricardo Amorim (eleito pela revista Forbes uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil), Leandro Karnal (reconhecido em todo o país como importante palestrante, intelectual e formador de opinião), Roberto Rodrigues (é agricultor e engenheiro agrônomo. Foi Ministro da Agricultura), David Fiss (Diretor de Contas e Novos Negócios da Kantar), Walter Longo (Especialista em Inovação e Transformação Digital).

Mantiqueira Restaurant Week apresenta sabores da região até dezembro

O Restaurant Week, maior festival gastronômico da América Latina, apresenta em parceria com a Associação Cozinha da Mantiqueira, o evento Mantiqueira Restaurant Week até 17 de dezembro de 2022.

O chef de cozinha Anderson Oliveira, Presidente da Associação Cozinha da Mantiqueira, parceira do evento, que reúne os principais restaurantes da Serra, é um dos principais entusiastas dos produtores da região. “Truta, queijos, pinhão, tomate de árvore, café, azeites frescos, cogumelos, geleias, cervejas artesanais, vinhos, cachaças, são exemplos da riqueza do terroir da Mantiqueira, que são valorizados nas mãos dos chefs em preparos contemporâneos, mas com identidade regional”, explica.

Para o evento, os restaurantes participantes vão oferecer um menu especial, temático, de três etapas com entrada, principal e sobremesa, com harmonizações diferenciadas, para levar as pessoas a vivenciarem novas experiências em torno da mesa, em uma grande conexão com os sabores da região. Serão duas categorias de menus: Premium e Diamond e todos incluem entrada, prato principal e sobremesa. Os valores variam entre R$79,90 e R$139,00. 

A cada menu vendido um valor de R$ 2,00 (dois reais) serão destinados à Instituição Casa Rainha da Paz, em Campos do Jordão, que faz parte das Obras Sociais Nossa Senhora Achiropita, do bairro do Bexiga, em São Paulo.

Paella da Montanha do restaurante Dona Chica ( Campos do Jordão- SP)

Participam do evento os restaurantes:

– Em Campos do Jordão: Alto da Brasa (Parque da Cerveja), A.R.T BBQ, Bella Vista (Hotel Chris Park), Bam Bam Café, Cantina Nonna Mimi, Caras de Malte – Restaurante e Cervejaria, Don Macedo, Dona Chica, Elio Cucina, La Gália, Mercearia Campos, Quebra Noz, Penacchi (Hotel Toriba) Play Pub-Cervejaria Campos do Jordão, Vemaguet67 – Restaurante e Microcervejaria, Villa Gourmet e Villa Montese. – Em Santo Antonio do Pinhal: Donna Pinha. – Em São Bento de Sapucaí: Vinícola Villa Santa Maria.

Bares e restaurantes para assistir os jogos da Copa do Mundo no Rio de Janeiro

Começa a Copa do Mundo e os olhos e corações de torcedores por todo globo estão voltados para os jogos no Catar. Para comemorar o maior evento de futebol do mundo, bares e restaurantes do Rio de Janeiro oferecem menu especial, drinques, promoções e áreas temáticas para quem quer assistir os jogos.

Confira as nossas dicas de opções para cariocas e turistas curtirem a Copa na cidade maravilhosa. (Recomendamos checar com as casas a necessidade de reserva e se estão mantidas as promoções).

Pobre Juan ( Barra da Tijuca) – a rede terá uma promoção especial para quem for assistir os jogos do Brasil. Nessas ocasiões, a partir de uma hora antes do jogo até uma hora após a partida, todos terão direito ao Gin e uma seleção de petiscos em dobro. São destaque as empanadas e as porções de linguiças da casa.

Churrascaria Palace ( Copacabana) – a casa que trabalha com estilo rodízio, vai transmitir os jogos da Copa do Mundo, a partir de 12h. E, para homenagear os países participantes, a casa selecionou peças especiais para os comensais curtirem a competição. Para o Brasil, a famosa Picanha Borboleta – corte criado na casa, na década de 80 – é a grande aposta. O Cowboy Steak representa o Estados Unidos. Já o French Rack, a França. A Inglaterra não podia ficar de fora e o T-Bone entra em cena. Assim como a Argentina será retratada com Bife Chorizo e o Uruguai com Bife Ancho. E, ainda, o Porco Preto que caracteriza Portugal. No buffet também encontramos nações como o Japão, presente no Sushi Bar; o Jamón da Espanha; o Queijo Azul da Alemanha. Já a carta de vinhos apresenta rótulos do mundo todo.

Casa Milà ( Laranjeiras) – o chef Fernando Almeida aposta em opções criativas de pratos, saladas, petiscos e burguers. Para começar, não deixe de experimentar as tradicionais croquetas de Jamón (R$ 38 – 4 unidades); Patatas Bravas (R$ 32), batatinhas ao aioli com páprica picante; Gambas al ajillo (R$ 68), camarão ao alho e óleo, com limão siciliano e cesta de pães; e Porca Miséria (R$ 58), cinco cortes suínos, enrolados com queijo e empanados em farinha especial da casa. Durante os jogos do Brasil e da Espanha, a cada gol das respectivas seleções, a casa oferecerá um chope pilsen grátis.

Narreal Brewhouse ( Botafogo) – a casa preparou para a primeira fase do torneio um open bar de cervejas artesanais para os torcedores poderem vibrar assistindo aos jogos do Brasil (R$180, ingresso 1° lote) com direito a roda de samba com o grupo Confraria Carioca antes da partida. Durante as 7 horas de open bar, serão dez cervejas artesanais servidas, como: Pilsen Narreal (Pilsen), Funfarra (Oktoberfest), Maracanipa (American IPA), Praia Vermelha (Irish Red Ale), Arco do Teles (Smoked Pumpkin Ale), Botafogo (Helles Rauchbier), Weiss de Fraga (Weissbier), Corcovado (Rocky Mountain IPA), Flamengo (Witbier) e Hop House (Australian Pale Ale). Além desses rótulos, estão inclusos no ingresso água, refrigerante, caipirinhas, caipivodkas e gin tônicas.

L’entrecote de Paris ( Barra da Tijuca e Gávea) – a casa famosa por seu único prato de carne sempre servido no ponto desejado pelos clientes, delicioso molho secreto, fritas a vontade, e uma salada da casa, criou um drink especial para a Copa. O drink Canarinho é elaborado com vodka, suco de laranja e Curaçao blue. Além de lindo e instagramável, é uma bebida leve e cheia de sabor. Para acompanhar, as unidades têm ainda diversas opções de entradinhas ( como brie gratinado, salada saison, couvert) e sobremesas com charme francês como creme brulée, cheesecake e creme caramel.

Clan BBQ ( Leblon) – a casa terá telão para a transmissão de diversos jogos do Mundial, e uma camisa criada especialmente para a ocasião. O cliente que adquirir a camisa (R$ 150), ganha um voucher que dá direito a uma long neck de cerveja Stella Artois e um hambúrguer da casa, um dos destaques do menu. O voucher pode ser usado durante a transmissão de qualquer jogo da Copa do Mundo. O cardápio do restaurante também ganhará itens novos como “especiais do dia”, durante o período do Mundial.

Hills (Urca) – localizado aos pés do Parque Bondinho Pão de Açúcar, o Hills vai transmitir todos os jogos da Copa em dois ambientes, no restaurante e no rooftop. Para os dias em que o Brasil entra em campo, a casa terá samba, pagode, sertanejo e feijoada liberada. Fazendo a estreia na Copa, dia 24 o nosso país enfrenta a Sérvia, e a partir das 12h o Hills vai receber os torcedores com show da banda Onze:20 no rooftop. A roda de samba do grupo Casuarina vai se apresentar no restaurante nos três dias de jogos do Brasil, colocando todo mundo para sambar a partir das 12h. Dia 28 o cantor Jefinho assume o terraço. No dia 2 de dezembro, João Gabriel se apresenta no espaço ao ar livre, trazendo o melhor da música sertaneja.

Porco Amigo Bar ( Leblon e Botafogo) – as unidades vão transmitir os jogos da Copa em suas duas unidades, Botafogo e Leblon. O cardápio é de Nery Owczarzak que, junto com o seu sócio Eduardo Gomes, escolhem a dedo os parceiros que fornecem o porco, protagonista do bar, que vêm de fazendas de Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina e até do interior do Rio. Para acompanhar os petiscos, sanduíches e pratos da casa, além de uma caridade de cerveja, chopps e drinks.

Coco Bambu (Botafogo e Norte Shopping) – o happy hour na unidade da zona sul carioca começa uma hora antes do jogo e termina uma hora após o jogo com caipis selecionadas com 50% de desconto, gins e entradas selecionadas com até 25% de desconto, chopp por R$5,99, Camarão Coco Brasil para 3 pessoas por R$99, atração musical ao vivo, 2 telões e brinquedoteca gratuita. Na unidade do Norte Shopping, o happy hour começa 12h e encerra 20h. Também tem música ao vivo, caipis selecionadas com 50% de desconto, entradas selecionadas com até 25% de desconto, Chopp Brahma por R$4,99, Camarão Coco Brasil para 3 pessoas por R$99, 2 telões e 15 TV’s para não perder nenhum lance do jogo.

Bucaneiros ( Centro, Copacabana e Jacarepaguá) – a casa selecionou os países, Brasil, Argentina, EUA e França para homenagear a Copa do Mundo e criar uma receita exclusiva de cada um, disponíveis nas seis unidades da marca e válido também no delivery. O sabor brasileiro (R$36,50) ficará disponível durante toda a Copa, começando já no dia 1 de novembro. Feito no pão brioche, carne de 120g, queijo prato e parmesão ralado, maionese verde, presunto, bacon fatiado, batata palha, alface, cebola roxa e ovo. É um hambúrguer raiz, no estilo do famoso xtudão, do jeitinho que o brasileiro gosta. Já o da França (R$23,50) será servido do dia 1 8 de novembro e depois do dia 25 de novembro a 2 de dezembro. É uma versão smash, no estilo croc monsieur. Servido no pão artesano, o smash de 80g é servido com molho branco, presunto e muçarela. O da Argentina (R$36,50) chega com seu sabor choripan do dia 9 a 16 de novembro, e depois volta para o menu no dia 3 a 10 de dezembro. No pão crocante, ele leva 120g de lingüiça artesanal, molho chimichurri, queijo e maionese de cebola. Na sequência, entra em cena os EUA (R$34,50), do dia 17 a 24 de novembro, e depois fecha o campeonato do dia 11 a 18 de dezembro. O sanduíche americando será servido no pão brioche, e um smash de 80g com barbecue rústico, american cheese e costela no whisky.

Quiosque de Lamare ( Ipanema) – o local terá telões para transmissão dos jogos da Copa do Mundo e promoção e sugestões especiais para os dias de jogo do Brasil. Quem for assistir às partidas da seleção brasileira e pedir o balde com cinco garrafas de cerveja Stella Artois (R$70) ganhará mais duas garrafas de cortesia. Para acompanhar, a sugestão especial do cardápio é a Seleção de Entradinhas pra compartilhar: palitinhos de tapioca (R$35), pastéis de camarão (R$27) e lula crocante (R$49).

Hilton Copacabana – no Clari Bar, com a vista para o mar, nos dias de jogos da seleção haverá dose dupla de caipirinha e cerveja Cacildis, além de combos de drinques e aperitivos tipicamente brasileiros, criados pelo chef Pablo Ferreyra. São três opções de combos, no valor de R$ 80 + 10% de taxas: Mood Carioca – coquetel à base de cachaça, com redução de brigadeiro e shot de café expresso + crocante de tapioca; De Queiroz – coquetel à base de cachaça, vermute rosso, refrigerante de caju da casa, laranja e mel + pastel de queijo; Yasaí – coquetel feito com cachaça, licor de açaí, ora-pro-nóbis e morango em calda + bolinho de feijoada.

Hilton Barra Rio de Janeiro ( Barra da Tijuca) – terá transmissão dos jogos da seleção brasileira durante o mundial de futebol. Para comemorar, a cada gol da seleção Canarinho nas partidas ocorridas no Catar, na compra de um chopp Black Princess, o segundo é por conta da casa. Na fase de grupos do campeonato, o Brasil joga nos dias 24/11, contra a Sérvia, 28/11, contra a Suíça, e 02/12, contra Camarões. Os jogos serão transmitidos no telão do Lobby Bar, com um menu de aperitivos, grelhados, sanduíches e sobremesas, criado pelo chef Felipe Moreira. A transmissão será aberta a não hóspedes, mediante reserva antecipada.

Surreal Gastrobar ( Botafogo) – casa que une realidade virtual, cervejas, drinques e é considerado o point geek da cidade. O Surreal vai oferecer uma experiência imersiva aos clientes que vierem assistir aos jogos da Copa do Mundo. Além de rodada dupla de chope a R$ 12, haverá um Shot exclusivo para quem acertar o placar do jogo. A casa terá ainda um campeonato do FIFA 23 (jogo do Playstation 5), que será passado no telão da casa, antes dos jogos oficiais da Copa começarem. Os jogos de futebol ao vivo serão também veiculados nesse telão gigante e nas quatro TVs do salão principal da casa.

Hocus Pocus DNA ( Botafogo) – a casa terá transmissão dos jogos do Brasil e lança para a Copa o seu petisco oficial de torresmo. Outras boas pedidas para a ocasião são os dois novos sanduíches do cardápio: Cogu-Bao ( veggie, com pão chinês e cogumelos) e o Ra-Bao ( com rabada glaceada e desfiada).

Bão Culinária Afetiva ( Copacabana) – o chef Kiko Faria criou um Kit Copa(R$146) com o Top 5 petiscos do seu menu. Entre a seleção, entram em campo o 01 porção de Pancetta de Porquinho Pururuca; 01 porção Coxinha de Frango com Quiabo, preparada com massa de polenta; 01 porção de Polpettina Mista, um misto de carne de bovina e suína ao molho pomodoro da casa, cebola caramelizada e ervilhas; 01 porção de Linguicinha de Porco Acebolada com batatinhas, cebola flambada na cachaça, mel e picles de mostarda; e também 01 porção de croquete de porco crocante por fora e suculenta por dentro. O kit estará disponível durante todo o mês da copa via delivery da casa.

Gato Café ( Botafogo e Barra da Tijuca) – o primeiro cat café do Rio, prepara um menu especial de wafles com sabores de seis países participantes da Copa doMundo. O do Brasil traz dois sabores bem queridinhos que são o de brigadeiro com granulados nos tons da nossa bandeira,e o de carne seca com catupiry. E esses dois serão servidos todo fim de semana.Na segunda-feira será o dia do wafle dos EUA que leva bacon e ovos por cima. Já na terça é a vez da Argentina que traz uma versão de alfajor no wafle. Na quarta é a França com seu Croque Monsieur. E a Alemanha é na quinta com uma torta de maçã. E pra fechar a semana na sexta o México traz um wafle com guacamole. Cada wafle custa R$27. E ainda tem mais clima de Copa no Gato Café. Em compras a partir de R$60 o cliente ganha um álbum da Copa que pode ser completado com figurinhas dos gatinhos que serão vendidas nas lojas.

Café Cardin ( Leblon e Copacabana) – para comemorar o maior evento de futebol do mundo, o Cardin, a casa criou uma sobremesa especial para o período, o Zuccotto (R$18, fatia | R$165, torta inteira).O doce é feito com pão de ló tradicional recheado de brigadeiro com nozes e cobertura de ganache de chocolate, além de ter formato de meia bola de futebol e com detalhes feitos com chocolate branco.

Louzieh Doces ( Ipanema) – a expert criou uma linha especial para quem quer torcer pelo Brasil. Com a bandeira do País, apenas suas cores, desenho de bola de futebol ou estrelas, muitos são os formatos que modelam casadinhos, doce de uva com brigadeiro, amendoim, entre outras receitas da expert Louzier Lessa (R$ 7,50 cada).

Diva Confeitaria Festiva e Afetiva ( Vila Isabel) – a chef pâtisserie Diva Oliveira preparou um Naked Cake(R$130) especial para a Copa do Mundo. Nas cores verde e amarelo, o bolo é preparado com massa fofinha e aerada Green e Yellow Velvet, seguindo o modo de preparo do Red Velvet com outras cores. Os recheios ficam por conta do cítrico brigadeiro de limão siciliano e o delicado brigadeiro de cream cheese. Vendidos sob encomenda, os bolos já estão disponíveis para pedidos.

Casa da Empada – a rede lançou uma promoção para deixar a torcida pelo Hexa do Brasil mais saborosa. Na compra de cinco empadas de qualquer sabor, o cliente ganha mais uma (5+1), que representa o sexto mundial do Brasil. A promoção é válida para todas as unidades. No cardápio é possível encontrar versões tradicionais, como as empadas de frango (R$ 7,00); e de calabresa (R$ 7,00); especiais como os sabores de camarão (R$ 8,00), queijo (R$ 8,00) e bacalhau (R$ 8,00); variedades integrais, como de palmito (R$ 7,00) e de cebola com queijo (R$ 7,00); além das doces, como os sabores de chocolate (R$ 7,00) e de banana (R$ 7,00).

Cumbuca ( Botafogo e Tijuca) – o abre-alas do projeto Cumbucas da Copa será o Brasil, que será representado por toda a Copa pela Feijuca (R$ 36,90 – 350g e R$ 46,90 – 500g) – feijão com carne seca, lombo suíno e paio, servido com arroz branco, couve, farofinha panko e supreme de laranja de acompanhamento. Na segunda semana, entre os dias 14/11 a 20/11, será a vez do Japão marcar presença no cardápio da casa com o Dadinho do Penta (R$ 39,90 – 135g) – dadinho de salmão, gergelim, cebolinha e molho ponzo. Entre os dias 21/11 e 27/11, a Inglaterra será a homenageada da rede com o Casal Beckham (R$ 36,90 – 250g) – peixe frito, chips de batata doce e molho de limão. Na quarta semana, o Senegal será o país homenageado, entre os dias 28/11 e 04/12, com o lançamento da Surpresa da Copa (R$ 49,90 – 350g e R$59,90 – 500g) – Arroz Jollof, camarão e quiabo frito. Entre os dias 05/12 e 11/12 o México será representado pelo Burrito Méxicomigo (R$ 29,90 – 265g) – base de folhas (alface e rúcula), guacamole com jalapeño, chili, tortillas de milho e coentro. E para finalizar o projeto, a aposta da Cumbuca, entre os dias 12/12 e 18/12, será a Salada Portuguesa (R$ 42,90 – 350g e R$ 52,90 – 500g) – salada de grão de bico, lascas de bacalhau, tomate amarelo, cebola roxa, pepino, rúcula, queijo feta e tapenade de azeitonas. As Cumbucas da Copa estarão disponíveis por tempo limitado na loja recém-inaugurada em Botafogo, que oferece o serviço de take away e delivery, assim também como a unidade da Tijuca.

Vinhos para harmonização no verão brasileiro

Vinhos importados pela Casa Flora

Vinhos leves, brancos e roses, podem ser boas pedidas para apreciar à beira da piscina e em almoços no verão brasileiro. A Casa Flora elaborou uma lista de opções em seu portfólio e destaca um novo vinho que passa a distribuir, o Norton Sexy Fish Blanc de Blancs. Esse vinho branco apresenta uma cor amarela pálida e aroma fresco, com aspecto floral e um toque de frutas brancas. Na boca é refrescante e intenso. O vinho vai bem massas leves, queijos e saladas.

Paulo Amalfi, Gerente da Categoria Vinhos da Casa Flora explica “que há um grande crescimento de vinhos brancos e roses no mercado. Hoje já representam mais de 25% das importações.  Além de serem opções leves e refrescantes, ideais ao verão e primavera, são uma boa porta de entrada para quem está querendo se aventurar no mundo do vinho. ”

Outra dica da Casa Flora para a estação mais quente do ano é o Régia Colheita Branco. De cor amarela palha, seu aroma expressa frutas brancas maduras, baunilha e leve toque tostado. No paladar é seco, com corpo médio, boa acidez.

Para harmonizar com comida japonesa a sugestão da distribuidora é o Pata Negra Verdejo, um vinho de seco, com corpo leve, acidez refrescante. Essas características harmonizam muito bem com os peixes crus, e além disso, ele apresenta aromas de frutas cítricas com notas herbáceas frescas, que suavizam o odor forte dessa culinária.

Para os apreciadores de um rosé o 99 Rosas Rosé é uma opção orgânica cheia de sabor. Rosa claro brilhante, com aroma de frutas vermelhas, é um vinho frutado e fresco. Outra dica é o Carolina Reserva Rosé, que também acompanha bem as carnes vermelhas.

O Alfredo Roca Rosé é um vinho elaborado com uva merlot que é fresco e frutado. No paladar tem boa acidez, prevalecem as notas de frutas vermelhas, com final equilibrado.

Casa Flora Importadora – Loja da Casa Flora Rua Santa Rosa, 207–Brás, São Paulo/SP. Telefone:11 2842-5199. E-Commerce: http://www.loja.casaflora.com.br/

Mr. Lenha promove Happy Hour milanês

Até o fim do ano, o restaurante Mr. Lenha, especializado na clássica culinária italiana, vai promover o clássico Happy Hour milanês, todas as terças e quartas das 18h30 às 20h30.

Com essa novidade, o cliente consome apenas drinques e/ou vinho e uma seleção de petiscos é servida gratuitamente à mesa – somente no período do happy hour.

A carta de drinques assinada pelo bartender Carlos Simas conta com opções tradicionais e exclusivas da casa. Entre as bebidas tradicionais, destaque para o Negroni; a Gin Tônica, e o Clericot. Já entre as receitas exclusivas vale destacar o Della Passione, preparado com gin, Malibu, suco de maracujá, xarope de açúcar, água tônica e manjericão e o Fragola e Basílico, que leva gin, suco de morango, xarope de açúcar e manjericão. Há também drinque sem alcoól no cardápio.

A carta de vinhos da casa é muito completa e tem destaque para os rótulos italianos. San Silvestro Rosso e o Brunello di Montalcino Cordella são algumas boas pedidas.

Para petiscar com as bebidas, como determina a cartilha do legítimo happy hour milanês, a casa apresenta opções de corniccione, uma massa fina e crocante, como o tradicional, coberto por alecrim e azeite; o pesto, servido molho pesto e parmesão; e o marinara, com molho de tomate, alho, azeite e parmesão. Além de focaccias, como a clássica; e a de grana padano; e a bruschetta clássica, com tomate, manjericão, azeite e alho.

Mr Lenha – Avenida Érico Veríssimo, 970, lojas C e F, Barra da Tijuca – 2491-1244. Celular: (21)99986-1812. Terça a domingo, das 18h30 às 24h. Sexta e sábado, das 18h à 1h. Happy Hour Milanês: Terças e quartas, das 18h30 às 20h30.

Sparkling Festival reúne expositores de vinhos e espumantes no Rio de Janeiro

Nos dias 18 e 19 de novembro o Rio de Janeiro sedia mais uma edição do Sparkling Festival, evento que reúne expositores de vinhos e espumantes. A feira e degustação acontecerá no Clube House – um espaço para eventos com todo conforto e segurança –  localizado dentro do emblemático Jockey Club, na Gávea, zona sul da cidade.

O evento, que também acontece em outras cidades brasileiras, leva a grife  Casa Vitis e Vinho na Vila e tem como foco vinhos espumantes, brancos e rosés.

“Estamos muito felizes com a escolha do local, no coração da Zona Sul e totalmente instagramável com vista do Cristo”, afirma Larissa Fin, criadora e curadora do evento.

Serão cerca de 30 espaços de vinícolas brasileiras e importadoras, com 350 rótulos, além de opções de gastronomia e atrações culturais.

Dentre as vinícolas já confirmadas estão: Don Cândido, Cristofoli, Fin, Salton, Clariot, Invernnia, Cliche , Vinum Rio, Miolo, Adolfo Lona, Audace Vinhos.

O evento é aberto ao público para todas as atrações e expositores de gastronomia. Somente o acesso à área restrita de degustação é cobrado.

Sparkling Festival. Local: Club House – Jockey Club. Horário das sessões – das 10:00 às 21h, nos dias 18 e 19 de novembro. Praça Santos Dumont, 31, Rio de Janeiro.

Nesse link você encontra ingressos com desconto do cupom Viagemelifestyle.

Chan Chan apresenta receitas autorais da culinária Nikkei em nova casa no Rio de Janeiro

Chan Chan em Ipanema ( RJ)

O Chan Chan acaba de abrir em novo ponto de Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro, e apresenta entradas e pratos que são uma explosão de sabores da cozinha Nikkei. Com receitas autorais e iguarias com influências orientais e peruana, a casa oferece um espaço charmoso e acolhedor no bairro.

Idealizado pelo chef Ivan Lee Fung, o Chan Chan carrega no nome uma parte importante de sua história. Na costa norte do Peru, a cidade de barro de “Chan Chan”, “Sol Sol”, abriga hoje um precioso sítio arqueológico, Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Essa é a cidade natal do pai do Chef Ivan que dá nome ao restaurante. O chef cuida de perto de todos os detalhes da nova casa, da escolha do design do ambiente à seleção da equipe e do menu.

Amante da culinária japonesa e expert em sake pela Japan Sake Association, o chef se uniu a profissionais experientes para oferecer um espaço para trocas e encontros de forma leve e despretensiosa. A equipe de cozinha é formada na conceituada escola Le Cordon Bleu ( unidade RJ). “Empreender foi um caminho natural para mim. E muito planejado. Sempre quis um lugar simples e aconchegante, e encontrei neste cantinho em Ipanema o ponto ideal”, afirma o chef Ivan.

Apesar de estar funcionando há apenas dois meses em novo endereço, a casa já é muito procurada por seu almoço com menu executivo durante a semana, que inclui entrada, prato principal e sobremesa.

Para uma experiência completa no Chan Chan não deixe de experimentar as entradinhas. Gyosa de polvo, Bolinho de salmão Crock crock e o Harumaki de legumes são finas opções. Como pratos principais escolha o Lomo y Lima ( cubos de filet mignon, com cebolas, tomatinhos e quinoa) se preferir carne ou se delicie com as opções de peixes e frutos do mar que são carros-chefe da casa.

O chef Felipe Rigos, que também atua na casa, destaca o sucesso do Pulpo Rústico (tentáculos de polvo, togarashi e batata rústica glaceada, brócolis maçaricado, pó de nori e coulis de pimentão defumado). Outras boas pedidas são o Puerto Inka (arroz oriental caldoso com polvo, lula e camarões, finalizado com pangrattato de limão siciliano) e o Trujillo ( cortes de atum selados na crosta de gergelim com purê de grão de bico. Aproveite ainda para experimentar o Mate de Gengibre da casa e o creme brulée com matcha, de sobremesa.

Chan Chan – rua Barão da Torre 247, loja B. Ipanema. Rio de Janeiro